• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Ato pelo “Fora Bolsonaro” em Cuiabá reúne centenas de manifestantes

Manifestantes se reuniram na Praça Alencastro, região central de Cuiabá-MT, na tarde de 2 de outubro, em protesto contra o governo de Jair Bolsonaro.

Publicado: 04 Outubro, 2021 - 11h32 | Última modificação: 04 Outubro, 2021 - 12h11

Escrito por: Assessoria/CUT-MT.

CUT-MT
notice
Manifestação Fora Bolsonaro em Cuiabá reúne centenas de pessoas

Manifestantes se reuniram na Praça Alencastro, região central de Cuiabá-MT, na tarde de 2 de outubro, em protesto contra o governo de Jair Bolsonaro. A exemplo de outras cidades espalhadas pelo país, a população cobrou assistência às famílias carentes, mais emprego, e exigiu o fim do governo negacionista e que segue com uma política de morte em meio à pandemia.

A vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores em Mato Grosso, Maria Celma de Oliveira, representou a entidade durante a manifestação. “Nós estamos nas ruas para protestar contra esse governo que promove a fome e a miséria. Nunca vimos níveis tão altos de desemprego, pessoas passando fome e morrendo por falta de assistência social e médica. Não vamos nos calar diante desse cenário onde a população é massacrada em consequência de uma política que privilegia somente o presidente e seus familiares e amigos da elite. Por isso, somamos o coro que grita nas ruas de todo o país o ‘Fora Bolsonaro’”, disse a dirigente sindical.

CUT-MTCUT-MT

Cartazes e palavras de ordem pediam o impeachment do presidente e a queda e seus "generais", em referência aos seus ministros.

Após diversas intervenções artísticas realizadas na praça, os manifestantes saíram em passeata pela avenida Getúlio Vargas, virando na avenida Presidente Marques, descendo pela avenida Isaac Povos e retornando à praça pela avenida Tenente Coronel Duarte (Prainha) e subindo pela Getúlio.

Participam da organização movimentos sindicais, o movimento estudantil, negro e partidos políticos como PT e PCdoB.

Para a representante da CUT-MT, Maria Celma, as ações pelo impeachment de Jair Bolsonaro ganham força, principalmente após as graves denúncias da CPI da Covid. “Temos diversos fatos que comprovam o rumo desastroso que nosso país está tomando diante do comando de Bolsonaro. O aumento do desemprego, preços dos alimentos e combustíveis nas alturas, a crise social, e a falta de projeto para a educação são nítidos e por isso, não podemos nos calar”, disse Maria Celma.

Em todo o Brasil e no exterior foram confirmados mais de 214 atos pelo “Fora Bolsonaro”. Protestos também foram agendados em outros 15 países, segundo os organizadores.

Confira as fotos no facebook da CUT-MT

Fonte: Assessoria/CUT-MT.