• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT/MT COBRA O FIM DA IMPUNIDADE DOS CONFLITOS AGRÁRIOS

Líder de trabalhadores rurais de Jaciara é mais uma vítima dos conflitos agrários de Mato Grosso

Publicado: 15 Fevereiro, 2020 - 19h36

Escrito por: Direção

notice

A Central Única dos Trabalhadores de Mato Grosso (CUT/MT) manifesta seu pesar, revolta e indignação pelo assassinato brutal do trabalhador rural, Afonso João Silva, 56 anos. Ele foi executado a tiros, na  sexta-feira (14.02), no Acampamento Renascer União da Usina Porto Seguro, em Jaciara, a 143 km da Capital de Mato Grosso.

Afonso, conhecido líder de trabalhadores rurais, era presidente do PC do B, foi candidato a vereador em duas eleições municipais, torna-se mais uma vítima dos conflitos agrários de Mato Grosso.

Por isso, CUT-MT, ao mesmo tempo que presta solidariedade à família e aos companheiros do Assentamento Renascer União da Vitória, vem a público exigir investigação e punição dos criminosos.  

Cobramos dos órgãos públicos municipal, estadual e federal que façam prevalecer a justiça e o direitos dessas famílias, e que a impunidade não se perpetue até que haja mais assassinatos ou chacinas como já ocorreram no Estado de Mato Grosso. Não podemos nos calar diante de mais uma crueldade com os trabalhadores que lutam pelo direito à tira da terra o sustento pela vida.

A CUT/MT Clama por Justiça, que os responsáveis, direitos e indiretos, sejam punidos e que as autoridades de Mato Grosso não sejam coniventes com a impunidade daqueles que ceifam a vida dos trabalhadores e das trabalhadores do Campo.

 

Direção da CUT/MT

Cuiabá, 15/02/2020