• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Greve Nacional dia 5/12 será para defender aposentadoria

Em Cuiabá haverá Ato Público a partir das 16h, na Praça Alencastro.

Publicado: 01 Dezembro, 2017 - 08h17

Escrito por: CUT MT

notice
A direção executiva da CUT orientou todos os dirigentes da Central, de sindicatos, confederações, federações e ramos a priorizar a organização da Greve Nacional contra a Reforma da Previdência, que será realizada na terça-feira, dia 05 de dezembro. Em Cuiabá haverá Ato Público a partir das 16h, na Praça Alencastro. 
 
A nova proposta de mudanças de regras para concessão de aposentadorias encaminhada pelo governo ilegítimo e golpista Michel Temer (PMDB-SP) ao Congresso Nacional deve ser votada no dia 6 de dezembro na Câmara dos Deputados e só a mobilização dos trabalhadores e das trabalhadores pode impedir essas mudanças, acredita o presidente da CUT, Vagner Freitas.
 
Se as novas regras forem aprovadas, os trabalhadores e as trabalhadoras de empresas privadas terão de contribuir durante 15 anos e receber 60% do salário benefício, que é uma média de todos os salários recebidos ao longo da vida – hoje, o beneficio se baseia em 80% da média dos maiores salários. Se quiser receber 100% do salário beneficio tem de contribuir durante 40 anos.
 
"É preciso fazer uma grande mobilização no dia 5/12. para derrubar  a Reforma da Previdência Só com muita mobilização NAS RUAS vamos garantir nossos direitos", avisa o presidente da CUT/MT, João Luiz Dourado. 
 
 “O Temer Golpista e a elite empresarial quer acabar com a aposentadoria. Eles vão acabar com o futuro dos trabalhadores e das trabalhadoras, vão acabar com a aposentadoria do seus filhos e netos. Pois, nenhum trabalhador conseguirá cumprir com todas as exigências que o golpista quer para possamos nos aposentadoria”, explica João. 
 
ASSISTA O VIDEO 

carregando
carregando